Tag - Blip

Um bot para testar outro bot utilizando o builder do BLiP

Já tem um tempo que não escrevo aqui no blog e, em geral, sobre chatbots. Mas voltei com um assunto muito legal: Bot testando bot! Como assim? Eu te explico.

Há algum tempo, a plataforma BLiP lançou o builder. E ele ficou doido demais!!

Roubei a definição do que é o Builder de um cara que entende pouco do assunto, o Rafael Pacheco 😛

O Builder é mais um dos diversos componentes do BLiP. Ele foi pensado para possibilitar a construção de bons chatbots de forma rápida, simples, visual e sem a necessidade de código. Através dele, é possível estruturar todo o fluxo da conversa e definir o conteúdo do bot, de forma integrada a qualquer outro recurso da plataforma.

Para saber mais sobre como ele funciona, você pode acessar o post completo aqui! Eu recomendo a leitura antes de seguir adiante neste post.

Leia mais

Take.Test no Chatbot4devs

O evento foi um sucesso! Como falamos no blog, apesar do evento se chamar Chatbot4Devs, tivemos pessoas de uma infinidade de áreas interessadas no fenômeno dos chatbots. Além dos desenvolvedores, tivemos pessoas de design, marketing, negócios e muito mais. Pessoas interessadas em criar seus próprios chatbots e que não eram de uma área de tecnologia — e obviamente, os QAs marcaram presença!

Leia mais

Testes em ChatBots com NLP

No meio dessa onda de novidades sobre os chatbots, existem várias ferramentas de Inteligência Artificial para tentar aproximar a interação do usuário com o software de uma conversa.

Na Take usamos uma ferramenta própria de Processamento de Linguagem Natural que usa o Watson da IBM (conheça mais do Watson aqui), principalmente em Bots com estrutura de FAQ. Quando o usuário pergunta algo para o chatbot, é feito o processamento da pergunta e, após, o software retorna para o usuário uma resposta que acredita ser a correta.

Obviamente, a quantidade de coisas que o software conhece é bem limitada, então, se o usuário perguntar “arroz, feijão e batata, o que é que falta?”, receberá como resposta algo como “Desculpe, não entendi. Podemos tentar novamente?”.

Leia mais

by Take ® 2015 | Todos os direitos reservados.linkedin