CategoriaOpinião

Novidade: o Take.Test fará parte do Take.Blog

O Take.Test é um blog sobre Quality Assurance (QA) da Take, empresa que atua há mais de 18 anos no mercado de mobile e messaging. Sempre trabalhamos com ferramentas de mensagem, desde os ringtones e SMS até chegar nos chatbots.

Dentro da empresa, nosso time de QA atua realizando testes de qualidade nos softwares. Assim, sabendo que a nossa área ainda está em desenvolvimento no Brasil, decidimos compartilhar as experiências e conhecimentos adquiridos em nosso trabalho com a comunidade, por meio do nosso blog.

Em dois anos e meio de existência, trouxemos muito conteúdo bacana e ganhamos muitos seguidores! Crescemos bastante graças aos nossos autores e leitores, e hoje somos referência nacional em conteúdos de QA — e somos muito gratos a todos que contribuíram para esse resultado 😀

Com isso, trazemos uma grande novidade neste post: Estamos indo para o novo hub de conteúdo da Take, o Take.Blog!

Leia mais

Um bot para testar outro bot utilizando o builder do BLiP

Já tem um tempo que não escrevo aqui no blog e, em geral, sobre chatbots. Mas voltei com um assunto muito legal: Bot testando bot! Como assim? Eu te explico.

Há algum tempo, a plataforma BLiP lançou o builder. E ele ficou doido demais!!

Roubei a definição do que é o Builder de um cara que entende pouco do assunto, o Rafael Pacheco 😛

O Builder é mais um dos diversos componentes do BLiP. Ele foi pensado para possibilitar a construção de bons chatbots de forma rápida, simples, visual e sem a necessidade de código. Através dele, é possível estruturar todo o fluxo da conversa e definir o conteúdo do bot, de forma integrada a qualquer outro recurso da plataforma.

Para saber mais sobre como ele funciona, você pode acessar o post completo aqui! Eu recomendo a leitura antes de seguir adiante neste post.

Leia mais

Take.Test no Chatbot4devs

O evento foi um sucesso! Como falamos no blog, apesar do evento se chamar Chatbot4Devs, tivemos pessoas de uma infinidade de áreas interessadas no fenômeno dos chatbots. Além dos desenvolvedores, tivemos pessoas de design, marketing, negócios e muito mais. Pessoas interessadas em criar seus próprios chatbots e que não eram de uma área de tecnologia — e obviamente, os QAs marcaram presença!

Leia mais

Zona de conforto: Não deixe ela te pegar!

Recebo muitas perguntas de colegas sobre o futuro da profissão do tester: Qual caminho devo seguir? Realmente vale a pena ser um tester? Todos sabem que a área de qualidade está passando por um processo de transformação no sentido geral. Vale a pena me aperfeiçoar em desenvolvimento? Existem bons empregos para testadores manuais sem skills técnicos? E sobre certificação? Me torno um profissional diferenciado se obtiver certificações?

Leia mais

O Take.Test completou 1 ano!

giphy

 

Desde a criação do blog, temos compartilhado muitas informações e experiências com vocês. Mas principalmente temos aprendido muito sobre os temas abordados e com os feedbacks que recebemos. 

E para comemorar essa data tão especial, separamos alguns comentários dos colunistas sobre as suas experiências com o Take.Test e também selecionamos os seis os posts mais acessados neste primeiro ano. Confira!
Leia mais

Um papo sobre os desafios do teste em mobile e automação em RUBY, JAVA e C#

Na quinta-feira (25/08), Sthanley e eu participamos do Meetup Café, Testes e Pão de Queijo. Por duas horas, conversamos sobre o tema “Desafios dos testes em mobile” e fizemos também a demonstração da automação dos testes em três linguagens e ferramentas: Ruby com Calabash, Java com Eclipse e C# com Visual Studio.

Leia mais

Checar não é testar

Pare de fazer o trabalho dos outros e comece a fazer o seu direito!

Em seis anos trabalhando com testes já vi bastante coisa. Eu já fiz teste manual, automatizado, de interface, de API, de performance, de segurança e muitos outros com os mais variados nomes. Se tem algo que eu gosto de fazer é testar e se tem algo que eu odeio fazer é “testar”.

Leia mais

Testes Automatizados como Ferramenta de Desenho

Olá a todos! Para os que ainda não me conhecem e tiveram a curiosidade de conferir a minha bio no final deste artigo, já ficou claro que não sou Analista de Testes. Sou programador e, como tal, sou o principal responsável pela qualidade dos programas que escrevo.

Isso, por si só, já seria motivo suficiente para que eu me interessasse por alguma forma de garantir a qualidade do meu código, por exemplo, através da implementação de testes automatizados, mas não é sobre essa motivação que falarei hoje. Falarei sobre o uso de testes automatizados como ferramenta de desenho* de software.

Leia mais

by Take ® 2015 | Todos os direitos reservados.linkedin